Na luta contra o Covid-19: Hospital Estadual Anchieta, no Rio, recebe tomógrafo móvel da Secretaria Estadual de Saúde - RJ

30/04/2020

Transformado em Hospital Referência para tratamento de COVID-19, o Hospital Estadual Anchieta (HEAN), no bairro do Caju no Rio de Janeiro, recebeu, no último dia 10, a Unidade Móvel de Tomografia Computadorizada da Secretaria Estadual de Saúde. O equipamento, cuja gestão é feita em parceria entre a empresa Dimpi Gestão em Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde, é essencial para avaliar o nível de acometimento dos pulmões dos pacientes.

A Dimpi presta serviços de diagnóstico por imagem ao governo do estado do Rio de Janeiro. Segundo Gabriel Barbosa, Coordenador Médico da empresa, o exame tem como objetivo contribuir na decisão de quem deve ser internado, ir para a UTI ou recuperar-se em casa, mas faz um alerta. "A tomografia computadorizada pode não exibir sinais da infecção, por isso é importante que o paciente continue sendo monitorado caso continue com sintomas", explica Gabriel Barbosa.

Com a chegada da unidade móvel de tomografia, o Hospital Estadual de Anchieta, que não possuía equipamento de imagem como esse, passa a contar com um moderno tomógrafo de 16 canais, capaz de dar informações sobre a doença em poucos segundos. Com capacidade de realizar até 60 exames por dia, o equipamento está disponível para a equipe de saúde do estado.

"É mais uma importante etapa para esse enfrentamento contra o coronavírus. Estamos buscando entregar leitos e equipamento que, após a pandemia, fiquem como legado para a população", destaca Edmar Santos, secretário de Estado de Saúde.

Os resultados são disponibilizados imediatamente por médico radiologista presencial e a equipe é composta ainda por um técnico em radiologia, um técnico de enfermagem, um eletricista, um técnico de TI e corpo administrativo. Nas duas últimas semanas foram realizados 41 exames.

Antes da pandemia do Covid-19, a Unidade Móvel de Tomografia Computadorizada rodava cidades do estado com demanda reprimida para realização do exame, sendo determinante no diagnóstico de algumas doenças. "O tomógrafo permite que o atendimento seja próximo ao município de moradia do paciente. Para quem necessita do exame, essa comodidade garante mais dignidade ao usuário e agilidade no diagnóstico e controle de doenças", finaliza Gabriel Barbosa.

Fonte: Dimpi