Escolas de Samba fazem EPIs e doam para unidades de Saúde

09/04/2020

INCENTIVADAS POR MÉDICOS DO RIO, ESCOLAS DE SAMBA NO RIO PRODUZEM E DOAM EPIs

A falta de um número suficiente de Equipamentos de Proteção Independente (EPIs), na luta contra o novo coronavírus, está mobilizando várias instituições. A escola de samba Unidos de Padre Miguel é uma delas. A agremiação começou a produzir máscaras e capotes que serão doados para hospitais de referência no combate ao Covid-19.

A Rio Saúde e empresas parceiras da Padre Miguel têm fornecido a matéria-prima para a confecção dos produtos. Já a escola está cedendo o espaço, as máquinas de costura do seu ateliê, além dos profissionais para a mão de obra.

Os médicos Wille Souza Baracho e Fabiano Simplício, que atuam em unidades de saúde do Rio de Janeiro e são ligados à agremiação, foram os responsáveis pela iniciativa na Padre Miguel.

A mobilização da escola de samba na produção de EPIs está tendo repercussão na imprensa, inclusive internacional. Confira algumas matérias que foram publicadas sobre o assunto nos links a seguir:

AP News: https://bit.ly/3aX4gcZ

 
 
Washington Post: https://wapo.st/3a0KjAt