Coronavírus: recomendação para internação em CTI é divulgada

12/03/2020

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ), em conjunto com o CREMERJ, a Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Estado do Rio de Janeiro (Sopterj), a Sociedade de Terapia Intensiva do Rio de Janeiro (Sotierj) e a Sociedade de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro (Sierj), divulgou nesta segunda-feira, 12, recomendações para internação de pacientes infectados com o Coronavírus (COVID-19) em CTI.

O documento destaca que, para realizar a internação nas unidades de terapia intensiva, o paciente deve apresentar sinais de disfunção orgânica, sendo a respiratória a mais comum. A indicação de internação em terapia intensiva é uma prerrogativa do médico que assiste o paciente. E os critérios de gravidade devem ser respeitados, porém cada caso deve ser individualizado conforme a necessidade de cada paciente e o perfil de cada unidade.

A mortalidade geral pelo Coronavírus (COVID-19) é de 2,3%, sendo 8% entre 70-79 anos e 14% acima de 80 anos. Entre os pacientes internados nas unidades de terapia intensiva, a mortalidade foi de 62%, chegando a 81% nos pacientes que necessitaram de ventilação mecânica invasiva.

O protocolo ainda traz as seguintes informações: indicação de terapia intensiva; medidas de prevenção e controle de infecção (para o paciente, para abordar o paciente e outros cuidados); protocolo de entrada e saída do leito; indicação de terapia intensiva; tratamento; e suporte ventilatório.

Clique aqui e leia o documento completo.