CREMERJ é contra abertura de novas faculdades de medicina

09/06/2019


Somos os vice-campeões mundiais em número de faculdade de medicina. São mais de 300 em todo o país. E o Ministério da Educação acha pouco! Sabe por quê? O MEC está cogitando revogar a moratória para abertura de novos cursos de medicina. Caso isto aconteça, terá o único objetivo satisfazer os anseios de empresários inescrupulosos. Os donos de faculdades, ávidos por lucro fácil, cobram milhares de reais em cursos sem condições de formar um médico. Incapazes de preparar um profissional minimamente capaz. E o pior, é que muitas vezes estes estabelecimentos não têm sequer um hospital universitário.

Falta de professores especializados, negativa de abandonar as cidades grandes para se dedicar a lugares menores, instalações deficitárias para o aprendizado básico são alguns problemas vindos desta explosão. Além de não contribuir em nada, o problema da falta de médicos nos rincões do país. Já que os profissionais formados continuarão a abandonarem as cidades das faculdades depois de formados indo para os grandes centros.

A única forma de resolver este problema é a criação da carreira de Estado. O CREMERJ tomará todas as providências possíveis no intuito de impedir que o MEC seja norteado, neste caso, por pessoas que querem destruir a saúde pública.