CREMERJ interdita eticamente emergência do Hospital do Andaraí

03/06/2019


O CREMERJ fez a interdição ética da emergência do Hospital Federal do Andaraí (HFA), nesta segunda-feira, 3, por conta de irregularidades no atendimento.

Entre os problemas constatados pelo Departamento de Fiscalização (Defis) do Conselho, estão o excesso de pacientes na emergência, com longo tempo de permanência, excesso de pacientes graves e crônicos na emergência, problemas nas escalas e com falta de profissionais que podem pôr em risco potencial a vida de pacientes – circunstâncias sobre as quais o próprio Poder Judiciário já tinha feito sentenças em relação ao funcionamento.

Devido a isto, coube ao CREMERJ, como medida extrema, fazer a interdição ética do serviço de emergência.

Uma equipe do Defis esteve, hoje, na unidade para realizar o fechamento do setor, após a realização de inúmeras vistorias no hospital, nas quais foram apontadas diversas não conformidades e situações beirando a desassistência, expondo a risco altíssimo a pacientes e profissionais.

A interdição ética suspende o trabalho médico no serviço, para admissão de novos pacientes, entretanto os pacientes graves devem ser atendidos. O Gestor deve providenciar o esvaziamento com transferência dos pacientes que estão lá.

Estas fotos foram tiradas hoje, quando da interdição, mostrando a realidade cruel para o não funcionamento desta emergência:

 

 

 

 

http://intranet.cremerj.org.br/images/4310_4