CREMERJ interdita duas unidades de saúde em São Gonçalo

14/05/2019


O CREMERJ promoveu, nesta terça-feira, 14, a interdição ética do Hospital Doutor Luiz Palmier e da Unidade de Saúde Familiar Santa Luzia, ambas em São Gonçalo, pelo não cumprimento às determinações das fiscalizações que já tinham sido realizadas nestas unidades. No Palmier, a interdição foi parcial, restringindo novas internações, mas mantendo a assistência aos pacientes já internados. As irregularidades colocavam em risco a assistência à população, motivo pelo qual o CRM e a Defensoria Pública viram-se levados a esta medida extrema. Aguardamos que as autoridades providenciem o reparo de todas das anormalidades, o quanto antes, e que na nova visita, que será feita, a unidade possa voltar a atender a população com segurança e qualidade.

O Conselho reforça que a medida é para proteger a população e zelar pela saúde do paciente e pelo maior bem que a humanidade tem que é a vida.

“O CREMERJ cumpre sua missão institucional em defesa da boa prática médica e de proteção à assistência da população. Foi a primeira interdição cautelar em 26 anos. Esta atitude, que é uma exceção, foi necessária para reconstruirmos a gestão e enfrentarmos os antigos problemas que assolam a saúde pública do nosso querido Rio de Janeiro”, declarou o diretor Ricardo Farias.