Diretora do CREMERJ aponta problemas do HFA a O Globo

21/03/2019


A vistoria no Hospital Federal do Andaraí (HFA), feita pelo Departamento de Fiscalização (Defis) do CREMERJ em conjunto com a promotora de Justiça Márcia Lustosa, na segunda-feira (18), teve destaque nos jornais O Globo e Extra desta quarta-feira (20). A unidade sofre com falta de médicos e superlotação. Há pacientes internados em macas e cadeiras e nos corredores por carência de leitos adequados.

Em entrevista a O Globo, a diretora do CREMERJ Beatriz Costa, que participou da fiscalização, apontou os principais problemas encontrados. “É nesse mesmo ambiente que um paciente está internado há quase um mês apenas para fazer hemodiálise, porque não consegue vaga em clínicas especializadas, e outro, há cinco dias com trombose, aguardava por um exame Doppler.” 

Clique aqui e leia a matéria completa do jornal O Globo.

Leia a matéria veiculada no Extra Online

Segundo Beatriz Costa, a situação agrava o estado físico e psicológico dos pacientes. O hospital tem setores como a oncologia sem leitos de retaguarda e com demora para realização de laudos e de encaminhamento para radioterapia – feita fora da unidade.

“O CREMERJ tem feito vistorias em hospitais e consideramos muito importante que o Ministério Público do Estado esteja junto para ter o panorama da Saúde do Rio de Janeiro. Estamos trabalhando para que o desdobramento dessas vistorias mude o cenário atual”, disse Beatriz.