Abrames homenageia Francisco Horta como acadêmico honorário

18/03/2019


O juiz de Direito aposentado e ex-dirigente do Fluminense Football Club Francisco Horta foi homenageado pela Academia Brasileira de Médicos Escritores (Abrames), nesta sexta-feira (15), no auditório Charles Damian do CREMERJ. Provedor da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, Horta recebeu o título de acadêmico honorário da Academia.

“Francisco Horta é um homem visionário e tem muita história. Foi presidente do Fluminense nos anos 1970, mas tem a alcunha de ser o ‘presidente eterno’, que revolucionou o futebol carioca. O CREMERJ fica muito feliz de receber os eventos da Abrames porque somos a casa do médico e é aqui que esses momentos devem acontecer”, afirmou o presidente do CREMERJ, Sylvio Provenzano.

Horta agradeceu aos muitos amigos presentes e relembrou antigas histórias da Santa Casa de Misericórdia e do clube carioca: “É uma noite inesquecível para mim porque vejo aqui amigos que admiro muito e que sei que estarão sempre comigo. Na época que fui presidente do Fluminense instituímos o lema ‘Vencer ou vencer’. O sentido era o de que uma pessoa deve acreditar em seus valores e ver derrota apenas quando se desiste da luta”, contou o homenageado.

Durante o evento, foi lançado o livro “A poesia feminina desnuda sua face”, organizado pela médica Juçara Valverde. A coletânea tem 33 autoras de diferentes estados do Brasil: “É um livro inovador porque a mulher tem dificuldade de falar sobre erotismo e sensualidade. Mas nós estamos aqui juntas para mostrar o lado mais intimista do feminino”, disse a organizadora da coletânea.