CRM promove 7º Salão de Fotografia

10/05/2018


O evento de abertura do 7º Salão de Fotografia do CREMERJ, realizado na sede da entidade, no dia 9 de maio, reuniu trabalhos fotográficos feitos por médicos de todo o Estado divididos em duas categorias: colorida e preto e branco (PB). A escolha dos dez ganhadores foi feita por uma comissão julgadora, formada pelos fotojornalistas Luis Alvarenga e Paulo Silva, e pela médica fotógrafa Lilian Aragão. O vice-presidente do CRM, Renato Graça, e a conselheira Kássie Cargnin também compareceram ao evento.

Para o presidente do CRM, Nelson Nahon, a exposição tem a finalidade de aproximar os colegas da arte e do lazer, fundamentais para aliviar a tensão do dia a dia. “O Conselho sempre procurou promover atividades como o Salão de Fotografia, pois é essencial que nós, médicos, procuremos meios de apurar o nosso lado mais humano, e uma das formas de fazer isso é por meio da cultura”, observou Nelson.

Parceira do CREMERJ no evento, a Associação dos Médicos do Estado do Rio de Janeiro (Somerj) foi representada pelo presidente da instituição, Benjamin Baptista, que parabenizou os participantes.

 “Há uma grande relevância em nossa parceria com o CREMERJ em apoio à arte. O exercício da nossa profissão é árduo, mas sempre existe espaço para apreciar a cultura e ver a vida pelos olhos de outros colegas”, disse Benjamin.

Os autores das fotos ganhadoras levaram para casa uma câmera GoPro Hero 5 Black cada. O vencedor da categoria colorida foi o pediatra Silvestre Machado, por sua obra “O garoto e a Lua”. “Acho importante o CRM promover esse tipo de incentivo à arte. Vivemos em meio a tanta violência e estresse que talvez essa seja a melhor forma de nos aliviar. A foto premiada foi tirada quando eu estava em um desses momentos, dentro do carro em um congestionamento no Rio de Janeiro”, relatou.

Na categoria PB, a obra vencedora foi “Rumos da Vida”, do pediatra Mauro Fernando El Chaer. “A nossa profissão é muito voltada para a cura da doença e, muitas vezes, não temos tempo para perceber a beleza de outras coisas que nos cercam. Então, a fotografia é uma janela que se abre para registrar essa nova percepção e abrir a nossa cabeça”, afirmou.

O vice-ganhador da categoria colorida foi o médico Lauro Sérgio Martins Pereira com a obra “Deadvlei, o lago que secou”. Em PB, o segundo colocado foi Wagner Brum, autor da fotografia “Reflexos e reflexões”. Lauro e Wagner ganharam como prêmio uma mochila Case West cada.

Os terceiros lugares, que receberam um HD externo Seagate Expansion cada, ficaram com Francisco Álvaro de Moura, pelo trabalho “De volta para o passado”, na colorida, e Marcelo Moreira Cardoso, por “Simplesmente Pantanal”, na preto e branco.

A menção honrosa, em quarto lugar, na categoria colorida, foi para a obra “Cores do Carnaval”, de Carlos Humberto Victoria, e em PB, para a foto “Silver Woman”, de Paulo Roberto Borchet.

Os trabalhos dos médicos Nágela Nunes, “Incêndio no céu”, na colorida, e Claudio de Araújo Pereira, “Fé, luz e sombras”, em PB, também ganharam menção honrosa na quinta colocação.

Todas as fotografias ficarão expostas até sexta-feira, 11 de maio, e as vencedoras, até 8 de junho, na sede do CREMERJ.