Reajuste de contratos de UTIs neonatais é discutido no CREMERJ

17/04/2018


Representantes das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neonatais que prestam serviço para o Estado irão enviar uma carta à Secretaria de Estado de Saúde (SES) solicitando um reajuste de 14,2% nos contratos. O percentual foi decidido em reunião realizada nesta segunda-feira, 16, com o subsecretário de Atenção à Saúde da SES, Charbel Duarte, na sede do CREMERJ.

A SES tem convênio com 17 unidades neonatais para atender 250 leitos de Terapia Intensiva Neonatal no estado do Rio. Segundo os representantes das instituições, desde 2015 não há reajuste no contrato com a secretaria: “Nós pedimos um aumento inicial de 20%, mas entendemos a crise pela qual o Estado passa e negociamos um valor de 14,2% para o reequilíbrio das contas. Vamos oficializar o acordo enviando uma carta à secretaria e aguardar a resposta”, afirmou o representante da unidade LLAK, Luis Genes. 

Após as negociações, o subsecretário disse que o valor proposto é razoável, mas que o número também precisa ser avaliado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). “Pior do que ofertar um reajuste ruim é prometer um valor que não poderá ser pago, por isso ainda precisamos aprovar este percentual”, declarou.  

Durante o encontro, o pagamento de repasses atrasados da SES para as unidades também foi discutido. Em reunião realizada no CREMERJ em 26 de fevereiro, o ex-secretário Luiz Antônio de Souza Júnior apresentou um cronograma para quitação de débitos referentes a 2016, 2017 e 2018.

Segundo os representantes, todos os pagamentos referentes ao ano passado já foram realizados, mas a primeira parcela do mês de novembro de 2016, prevista para ser efetivada em março, ainda não aconteceu. Charbel afirmou que questões burocráticas por vezes impedem que os repasses sejam feitos em dia e garantiu que o acordo proposto será cumprido integralmente. 

Participaram da reunião o presidente do CRM, Nelson Nahon, e representantes das unidades Perinatal, Neounidas, Probaby, UTI Rio, Intensibaby, Neotin, Neovida e Natocara.