À espera de decisão no TRT, atenção primária mantém greve

20/02/2018


Médicos da Estratégia Saúde da Família votaram por manter a greve pelo menos até a audiência com o Tribunal Regional do Trabalho (TRT), marcada para o dia 26 de fevereiro. A decisão foi tomada em assembleia nessa segunda-feira, 19, quando foram relatadas as más condições das clínicas e a falta de médicos.

Desde o início do movimento, em 26 de outubro do ano passado, das 1.294 equipes, 464 solicitações de desligamento de médicos foram feitas. A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro afirma que, desse total, apenas 54 ainda não foram repostos. Contudo, durante a reunião, médicos frisaram que esse número já passa de cem.

Outras estratégias de mobilização foram discutidas e tanto o CREMERJ como o Sindicato dos Médicos continuarão apoiando o movimento e auxiliando na sua divulgação.

O presidente do Conselho do Rio, Nelson Nahon, e o diretor Gil Simões participaram do evento.

A próxima assembleia está marcada para o dia 27 de fevereiro.