Teresópolis: Secretaria Municipal omite casos de febre amarela

31/01/2018


O CREMERJ adverte aos profissionais da saúde e a população do surto de febre amarela em Teresópolis, na Região Serrana. Segundo informações recebidas pelo Conselho, a cidade teve 22 casos de suspeita da doença. Desses, quatro foram descartados. Já foram confirmados cinco pacientes com febre amarela e dois óbitos. Outra pessoa encontra-se em estado grave, internada no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), da Fiocruz.

A Secretaria Municipal de Saúde de Teresópolis vem omitindo dados atualizados sobre a febre amarela. Segundo o presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, os gestores negligenciam a gravidade da doença.  

“É de extrema falta de ética e responsabilidade a atitude da secretaria. A divulgação de casos suspeitos alerta a população para a importância da vacinação e ajuda a categoria a identificar mais facilmente os sintomas da febre amarela”, disse Nahon.

O CREMERJ promoverá, no dia 8 de fevereiro, uma palestra no auditório do Hospital São José, em Iúcas, Teresópolis. O objetivo do encontro é debater, com médicos das unidades locais, a melhor estratégia para o enfretamento da doença, que tem tido surtos em todo o Estado do Rio.

 

Foto: Andre Borges / Agência Brasília / Divulgação