CREMERJ repudia postura do secretário municipal de Saúde

18/07/2016


O CREMERJ se manifesta contra a postura do secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, que se reuniu com a diretoria do conselho, nesta segunda-feira (18), em seu gabinete. O objetivo do CREMERJ era apresentar o resultado das fiscalizações realizadas nos hospitais referenciados para a Olimpíada e apontar os pontos críticos, com o intuito de contribuir com a resolução dos problemas destacados nos pareceres técnicos. No entanto, o secretário recebeu os diretores do conselho de forma grosseira e não chegou a analisar os relatórios. 

O CREMERJ esclarece que a sua função é fiscalizar a prática da medicina e as condições das unidades de saúde. A comissão de fiscalização do conselho, que elaborou os pareceres técnicos sobre as unidades municipais de saúde, é composta por médicos fiscais capacitados. Essas vistorias tiveram ainda o acompanhamento de diretores do CREMERJ e de médicos membros da Câmara Técnica de Urgência e Emergência.

O conselho enfatiza que os relatórios de suas fiscalizações obedecem a critérios técnicos e retratam a realidade das emergências vistoriadas pela entidade. Apesar do descaso do secretário, a diretoria do CREMERJ protocolou os relatórios na Secretaria Municipal de Saúde. O CREMERJ se coloca a disposição para mais esclarecimentos.