Atuação do médico como PJ é tema de palestra no CREMERJ

15/04/2016


O CREMERJ promoveu nessa quarta-feira, 13, a palestra “Atuando como Pessoa Jurídica”. A conferência foi ministrada pelo mestre em ciências contábeis José Miguel da Silva e abordou as principais responsabilidades, riscos, vantagens e desvantagens do médico que tem uma empresa. Cerca de 100 pessoas participaram do encontro, que aconteceu no auditório Júlio Sanderson.
 
José Miguel iniciou o evento falando sobre o cenário atual econômico e a nova regra, implantada em 2015 pela Receita Federal, de que os médicos atuantes com CPF terão de identificar os clientes Pessoas Físicas que pagarem por seus serviços. Em seguida, o especialista abordou os tipos societários que uma sociedade de médicos pode ter e as vantagens, desvantagens e os riscos de cada uma.
 
“É preciso deixar claro que as sociedades limitadas, em hipótese nenhuma, eliminam a responsabilidade pessoal do sócio médico com seus pacientes. Enquanto médico, você responde por todos os atos que pratica, mesmo que eles tenham sido feitos como Pessoa Jurídica”, alertou o especialista.
 
Para finalizar, José Miguel explicou as formas de tributação, citando as mais e menos onerosas e em quais tipologias societárias cada uma pode se encaixar. Entre as mais onerosas está o Simples Nacional e a menos custosa o Lucro Presumido.  Ele ainda desmistificou situações consideradas como grandes vantagens de algumas opções tributárias. No término do encontro, os presentes puderam esclarecer dúvidas.