Residentes conquistam data-base para pagamento das bolsas

16/03/2016


Os residentes do Estado do Rio conquistaram uma data-base para receber as bolsas, que será todo dia 10. O anúncio foi feito durante reunião agenda pelo CREMERJ e o secretário estadual de Saúde, Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior, nessa quarta-feira, 16. Durante o encontro também ficou definido que os dois meses de salários atrasados serão depositados até o dia 26 de março. 

“O residente tem uma importância muito grande e precisa ser remunerado de forma adequada. Assumo o compromisso de resolver de forma definitiva os atrasos e acertar os dois meses de salário que ainda não foram pagos até o final da semana que vem”, anunciou.

Durante a reunião, o secretário esclareceu que as bolsas de residência do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe) e do Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), por não terem seus recursos oriundos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), não poderão ser contempladas pelo acordo. No entanto, ele demonstrou interesse em aprovar a sugestão de unificação das bolsas das unidades públicas do Estado, com intuito de criar um calendário único. A proposta será redigida e encaminhada formalmente pela Comissão Estadual de Residência Médica do Rio de Janeiro (Ceremerj).

O secretário explicou também que o pagamento dos residentes não está atrelado à SES, mas que a intenção é transferir essa despesa para a pasta e evitar os atrasos. Uma forma de fazer essa mudança está sendo estudada, e, em 90 dias, haverá uma definição. 

“Temos que valorizar a atitude do secretário de abrir as portas e se mostrar solícito para resolver a questão. Estamos satisfeitos com o resultado”, declarou o diretor do CREMERJ Gil Simões. 

Também compareceram à reunião a diretora do CREMERJ Marília de Abreu; presidente da Ceremerj, Suzana Maciel; o presidente da Associação dos Médicos Residentes do Estado do Rio de Janeiro (Amererj), João Felipe Zanconato; a diretora de Direção Acadêmica da SES, Silvana Lemos; o diretor do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ) José Antônio Alexandre Romano; e a subsecretária-geral da SES, Hellen Miyamoto. Residentes do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, do Instituto de Cardiologia Aloysio de Castro (Iecac) e do Hospital Pedro Ernesto (Hupe) também participaram do encontro.