Médicos de Angra dos Reis continuam sem receber salário

06/05/2015


Os médicos de Angra dos Reis se reuniram, pela segunda vez, nessa quarta-feira, 29, com o secretário municipal de Saúde, Rodrigo de Oliveira, para cobrar uma resposta quanto às reivindicações feitas na última assembleia, 22. Os principais problemas, segundo os médicos, são o atraso dos salários e a demora do pagamento d e horas extras.

Durante a reunião, o secretário não apontou nenhuma saída para as reivindicações propostas pelos médicos, que foram: o pagamento dos salários até o último dia útil de cada mês; o pagamento de horas extras; e a responsabilização da gestão - e não do médico - quando houver dificuldade na formação de equipes de emergência devido ao fim das horas extras.

Logo após a reunião, os médicos se reuniram em assembleia e decidiram dar o prazo de uma semana para que a prefeitura efetue o pagamento dos salários atrasados. Na ocasião, estiveram presentes a coordenadora da seccional de Angra dos Reis do CREMERJ, Yone Di Sarli, e representantes do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ), o presidente Jorge Darze e a vice-presidente Sara Padron.

Depois da assembleia, os médicos formaram uma comissão e seguiram para a prefeitura, onde a prefeita Maria da Conceição Rabha conversou com eles.

"A prefeitura passa por dificuldades e, infelizmente, não tem verbas para realizar os pagamentos atrasados", disse Maria da Conceição Rabha.

Devido ao prazo de uma semana estipulado pela categoria, na quinta-feira, 7, às 18h, haverá uma nova assembleia para avaliação dos rumos do movimento. O encontro será realizado na sede do Sindicato dos Aposentados de Angra dos Reis.