Falta de limpeza no CTI do Rocha Faria prejudica atendimento

24/04/2015


O serviço de limpeza no Hospital Estadual Rocha Faria está suspenso desde o início da manhã desta sexta-feira, 24, o que tem atrapalhado o atendimento dos pacientes cirúrgicos. Segundo denúncias de colegas, a equipe de limpeza da unidade parou por volta das 7h por falta de pagamento.

Na última sexta-feira, 17 – conforme divulgado pelo CREMERJ em seu site (clique aqui) –, o Conselho constatou uma série de irregularidades, como falta de médicos, precariedade de equipamentos e superlotação na emergência e na maternidade. Além disso, foram verificados problemas de atraso no salário dos médicos.

“A terceirização, que seria para agilizar, tem se mostrado ineficaz. Infelizmente, serviços indispensáveis para o funcionamento de um hospital estão sendo paralisados e o atendimento dos pacientes está sendo comprometido, o que não pode acontecer”, afirmou o presidente do CREMERJ, Pablo Vazquez. 

Quanto ao relatório da fiscalização, o CREMERJ enviará ao Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro para que sejam tomadas as medidas cabíveis.