Médicos peritos do RJ participam de audiência no TJ-RJ

08/10/2014


Médicos peritos da Secretaria Municipal de Administração (SMA) e representantes do CREMERJ e do Sinmed-RJ se reuniram, nessa segunda-feira, 6, para debater o movimento. A categoria, que reivindica concurso público, plano de cargos, carreira e vencimentos, além da gratificação de R$ 2.500,00 a ser incorporada aos vencimentos base, também falou sobre pontos que foram apresentados durante uma audiência de conciliação com a prefeitura no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), que aconteceu nessa terça-feira, 7.

Na reunião, realizada na segunda-feira no sindicato, os colegas ressaltaram que deram um “voto de confiança” ao prefeito. Através de sua assessora Rosemary Cardoso Azevedo, Eduardo Paes havia prometido negociar, caso fossem retomadas as atividades. No entanto, até o momento, não houve nenhuma iniciativa para as negociações.
 
No encontro, o diretor do CREMERJ Pablo Vazquez criticou a postura do governo e destacou que a luta dos médicos peritos precisa ser fortalecida cada vez mais.

“Há cerca de 10 anos o município tem carência de médicos peritos e esse quadro vem se agravando. Os colegas deram várias oportunidades para mostrar que estavam querendo negociar, mas o governo foi intransigente e quando deu uma resposta não cumpriu. Agora, o movimento precisa mostrar força para aumentar a possibilidade de vitória”, afirmou Pablo Vazquez.

De acordo com o presidente do Sinmed-RJ, Jorge Darze, o sindicato vai levar para a audiência propostas que realmente atendam às reivindicações da categoria.

“Agora, esperamos resolver isso junto ao Poder Judiciário, pois o que estão fazendo com esses profissionais é um absurdo”, disse Jorge Darze.

Audiência de conciliação

O diretor do CREMERJ Pablo Vazquez também participou da audiência de conciliação com a prefeitura no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Na ocasião, a desembargadora Leila Mariano determinou que o plano de cargos, carreira e vencimentos seja elaborado pela Secretaria Municipal de Administração com prazo definido até meados do ano que vem.

Os peritos farão nova assembleia na segunda-feira, 13, às 16h, para avaliar os rumos do movimento.