Médicos do Hospital Cardoso Fontes promovem assembleia

25/07/2014


Os médicos do Hospital Federal Cardoso Fontes decidiram manter a greve parcial durante assembleia realizada nessa terça-feira, 22, no auditório da unidade. Na próxima terça-feira, 29, a partir dos novos informes das entidades médicas e do Sindsprev-RJ, os colegas farão uma nova avaliação do movimento.

No encontro, o presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, observou que dentro de cerca de 15 dias os médicos federais irão realizar uma nova assembleia para definir os próximos passos, conforme decidido no último encontro da categoria, no dia 10. Enquanto isso, estão sendo promovidas reuniões nas unidades.

Em relação às negociações, Sidnei Ferreira ressaltou que o Conselho e o Sinmed-RJ foram recebidos cinco vezes pelo Ministério da Saúde para discutir as reivindicações dos médicos federais, como a da gratificação por desempenho, que está irregular desde 2012. Além disso, as questões também foram apresentadas em audiência pública com o Senado e com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

“Nas reuniões, o Ministério da Saúde afirmou que está tentando uma forma legal junto ao Planejamento de colocar a gratificação no orçamento de 2015. Esse erro precisa ser reparado. O prazo para que os cálculos das gratificações sejam entregues com o orçamento da União para 2015 no Congresso é até 31 de agosto. Estamos em permanente contato com parlamentares para que intervenham nessa questão”, disse Sidnei Ferreira. 

Em seus informes, a diretora do Sindsprev-RJ Celia Maria de Souza salientou que,  em  reunião realizada no dia 18 entre o comando de greve da saúde federal e o consultor da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, José Carlos de Moraes, no Núcleo do MS do Rio de Janeiro (Nerj), foram anunciadas a suspensão do ponto biométrico por tempo indeterminado e a não entrada da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), pelo menos neste ano, nos hospitais.  No entanto, segundo ela, continua a luta sobre a jornada de trabalho de 30 horas.

Também participaram da assembleia o diretor primeiro conselheiro do CREMERJ Carlos Enaldo de Araújo e o conselheiro Armindo Fernando da Costa; e a presidente do corpo clínico do Cardoso Fontes, Ana Simões.