Médicos peritos do município do RJ reivindicam salários dignos

30/04/2014


Médicos peritos do município do Rio de Janeiro, que têm reivindicado melhores salários, se reuniram mais uma vez com representantes do CREMERJ e do Sinmed-RJ nessa segunda-feira, 28. Na ocasião, além da defasagem salarial, foi discutida a ausência de concurso público para a admissão de novos profissionais, a sobrecarga de trabalho e a falta de um plano de cargos, carreira e vencimentos. De acordo com os peritos, as baixas remunerações também têm afetado a aposentadoria dos colegas.
 
No encontro, deliberou-se uma assembleia para o dia 8 de maio, às 17h, no auditório do Sinmed-RJ, onde serão debatidos os rumos do movimento. No mesmo dia, haverá uma reunião com o presidente da Câmara Municipal dos Vereadores, Jorge Felippe, para tratar da situação crítica que os peritos vêm enfrentando.
 
O grupo também agendará uma audiência com o secretário municipal de Administração, Paulo Jobim Filho, para apresentar as suas reivindicações.
 
Os médicos peritos sempre foram vinculados à Secretaria Municipal de Administração e, até 2008, seus vencimentos eram baseados no plano de cargos e salários da Secretaria de Saúde pela ausência de um plano próprio. No mesmo ano, houve uma desvinculação e perdeu-se qualquer parâmetro para ascensão funcional. 
 
Participaram da reunião os diretores do CREMERJ Pablo Vazquez, Gil Simões e Carlos Enaldo de Araújo; e o presidente do Sinmed-RJ, Jorge Darze.