Entidades médicas realizam assembleia no Hospital Miguel Couto

25/02/2014


Médicos do Hospital Municipal Miguel Couto participaram, nessa segunda-feira, 24, de uma assembleia promovida pelo CREMERJ e Sinmed-RJ, no auditório da unidade. Na ocasião, as entidades médicas mobilizaram os colegas a participarem da agenda nacional de luta em defesa da saúde e da categoria.

O presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, convidou os médicos a comparecerem ao ato público no dia 7 de abril, na Cinelândia, às 10h, para protestar contra o descaso dos gestores com a saúde. Ele também incentivou os médicos a participarem da assembleia preparatória no dia 24 de março, no auditório do CREMERJ, às 19h.
 
Sidnei Ferreira destacou que a pauta é composta por questões importantes, como a realização de concursos públicos; salários dignos; plano de cargos, carreira e vencimentos; maior financiamento para a saúde; melhores condições de trabalho; abertura indiscriminada de escolas de medicina; mudanças no formato da residência médica; e atendimento de qualidade à população.

“Tivemos esse ano uma reunião com as entidades médicas nacionais. Foi decidido, então, que em todo o país haverá mobilizações no dia 7 de abril. Queremos ser respeitados pelo nosso trabalho, que fazemos com muita dignidade. Os nossos pacientes também merecem respeito e uma assistência justa”, declarou.

O vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Aloísio Tibiriçá, reafirmou a importância do dia nacional de luta.

“Estamos com uma pauta pró-ativa numa data fundamental para nós, que é o Dia Mundial da Saúde. No mesmo ato, vamos protestar contra o estado da saúde pública e suplementar”, afirmou Tibiriçá.

No encontro, médicos do Miguel Couto aproveitaram para demonstrar a sua insatisfação com o Sistema de Regulação de Vagas (Sisreg). Os colegas também se disseram preocupados com questões relacionadas à aposentadoria e à insalubridade.

A conselheira Erika Reis e o diretor do Sinmed-RJ José Alexandre Romano também participaram da assembleia.