CRM recebe representantes do governo para debater Mais Médicos

20/09/2013


Em reunião realizada nesta quinta-feira, 19, na sede do CREMERJ, a pedido do Ministério da Saúde, por meio de ofício, o Conselho mostrou mais uma vez a sua posição contrária à Medida Provisória 621/2013, que cria o programa “Mais Médicos para o Brasil”. O CREMERJ, inclusive, move uma ação civil pública contra a MP, com o objetivo de assegurar o direito de não conceder registros provisórios para médicos estrangeiros sem a revalidação do diploma e sem o certificado de proficiência da língua portuguesa.

Na ocasião, o CREMERJ apresentou aos representantes dos governos federal, do Rio de Janeiro e da capital fluminense suas exigências, que estão de acordo com a MP 621/2013 e com as orientações do Conselho Federal de Medicina (CFM).

A reunião contou com a participação do coordenador geral jurídico da Advocacia Geral da União (AGU), Vladimir Colly; do secretário de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP) do Ministério da Saúde, Luiz Odorico de Andrade; da subsecretária de Atenção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Mônica Almeida; do secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Hans Dohmann; e da presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems-RJ), Maria Juraci Dutra. Representantes de outras entidades do setor de saúde também compareceram ao encontro.

A reunião foi dirigida pelos conselheiros Vera Fonseca, Luís Fernando Moraes, Sergio Albieri, Nelson Nahon e Armindo Fernando da Costa.