Serviço de obstetrícia em Três Rios não será desativado

24/06/2013


Após a intervenção do CREMERJ, a maternidade do Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição, em Três Rios, não será desativada. O serviço, que sofria com o déficit de recursos humanos, aumentará a equipe, que, por plantão, passará a ter dois obstetras, dois pediatras e dois anestesistas. Os leitos da unidade, que chegaram a ser ameaçados, também não serão fechados.
 
No início deste mês, colegas denunciaram a situação precária do hospital à coordenação da seccional em Três Rios, destacando o risco que o serviço corria de fechar as portas. O CREMERJ, então, encaminhou o protocolo de sindicância e o relatório de fiscalização à Promotoria da Família, Infância e Juventude e da Tutela Coletiva - núcleo Três Rios, que, prontamente, convocou representantes da seccional, médicos da maternidade, prefeitos, secretários de Saúde, procuradores e outras autoridades, para audiências, a fim de solucionar o problema.
 
A Promotoria, por sua vez, determinou que o serviço de obstetrícia da unidade continuasse em funcionamento, porém, seguindo, integralmente, a Resolução do CREMERJ 100/1996.
 
Finalmente, após acordo entre a prefeitura, a Secretaria Estadual de Saúde e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) na área da Saúde, decidiu-se pela contratação de novos médicos para compor as equipes.
 
Além disso, a prefeitura e a Secretaria Estadual de Saúde disseram que será liberada uma verba para que novos serviços sejam agregados, como a abertura de novos leitos de UTI e de 20 leitos de retaguarda para a emergência, além de outras necessidades do setor de obstetrícia.
 
A Comissão de Fiscalização do CREMERJ e representantes da coordenação da seccional de Três Rios estiveram no hospital na semana passada, onde foi feita uma nova avaliação da unidade, de acordo com a classificação de emergência, conforme prevê a Resolução do CREMERJ 100/1996.