Na Mídia - Dois médicos são as novas vítimas

Meia Hora /

07/04/2020


A Secretaria de Estado de Saúde do Rio divulgou, ontem, que já são 1.461 os casos confirmados de coronavírus, com o número de mortes chegando a 71 pessoas. Esses números colocam o Rio de Janeiro em segundo lugar entre os estados mais afetados pelo novo coronavírus, atrás apenas de São Paulo, que possui 4.866 casos confirmados.

As vítimas mais recentes da doença foram dois médicos: o cardiologista Ricardo Antônio Piacenso e o anestesiologista José Manoel de Melo Gomes.

A informação foi confirmada pelo Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro.

Piacenso morreu no Hospital Ronaldo Gazolla - referência da rede municipal para pacientes com a doença. Não há informação se o médico atuou no tratamento de doentes com covid- 19. Já Gomes estava internado em uma unidade particular e não resistiu.

A partir de hoje, a unidade referência fará, a partir de 8h30, a testagem rápida gratuita para diagnóstico da covid19 em seus profissionais de saúde, segundo a Prefeitura do Rio. O resultado do teste é conhecido em 20 minutos após a coleta de sangue e é importante para definir a permanência do profissional de saúde no atendimento, prevenindo a disseminação do vírus nestas unidades.

A ação, segundo a prefeitura, marca o lançamento nacional da campanha 'Unidos contra o Coronavírus', promovida pela iniciativa privada com o objetivo de ajudar o setor público a enfrentar a pandemia do novo coronavírus.