CREMERJ se coloca, frontalmente, contra decisão da prefeitura

25/10/2019


O CREMERJ vem a público se colocar, frontalmente, contra a decisão da Prefeitura do Rio, que numa coletiva de imprensa, anunciou que os cidadãos serão atendidos, através de computador, em situações em que o médico não consiga chegar à unidade.

“O que pode ser feito é uma orientação, e não uma telemedicina, que ainda nem foi aprovada pelo Conselho Federal de Medicina. Entendemos que isto só é possível, tendo dois médicos, um em cada ponta da consulta. Médico fazer diagnósticos por uma tela de computador é inimaginável. Somos totalmente contra.”, afirmou o Presidente do CREMERJ, Sylvio Provenzano.