Crivella promete manter pagamento dos residentes em dia

12/01/2018


O movimento dos médicos residentes do município do Rio teve nova vitória nesta sexta-feira, 12. Em reunião com representantes da categoria, a Associação dos Médicos Residentes do Estado do Rio de Janeiro (Amererj), o CREMERJ, a Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e a Comissão Estadual de Residência Médica do Rio de Janeiro (Ceremerj), o prefeito Marcello Crivella se comprometeu a manter a regularidade do pagamento das bolsas e também a avaliar os outros itens da pauta de reivindicações dos profissionais.

Durante o encontro, os residentes ressaltaram a importância da criação de um calendário fixo de pagamento, já que os depósitos não são feitos em um dia específico atualmente. Além disso, apresentaram problemas enfrentados por suas unidades, que comprometem a qualidade da formação médica e o atendimento à população. Entre os pontos levantados, estão o número inapropriado de preceptores em alguns setores, a deficiência de equipamentos para exames e cirurgias, a superlotação, o déficit de recursos humanos, a falta de segurança, a precariedade estrutural e a falta de medicamentos e insumos.

Crivella se comprometeu a avaliar as queixas e a manter um canal de diálogo permanente com o grupo. Mais uma reunião foi agendada para o próximo dia 26, na qual o prefeito ficou de mostrar soluções para as demandas da categoria.

O presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, comemorou o resultado conquistado e parabenizou residentes, Amererj e entidades médicas. Ele também elogiou os jovens médicos presentes, que deixaram claros os focos reais do movimento: melhores condições de trabalho e de assistência aos pacientes.

“É uma grande vitória, mas parcial. Temos que manter a união para que as outras reivindicações sejam atendidas. Ainda temos um longo caminho pela frente. Este movimento não está preocupado apenas com os salários ou com redução de carga horária, mas sim em poder exercer a profissão com eficiência e atender a população da melhor maneira possível”, disse Nahon.

Participaram da reunião o vice-presidente da Amererj, Luiz Fernando Rodrigues; a presidente da Comissão de Residência Médica do Estado do Rio de Janeiro (Ceremerj), Suzana Maciel; e o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Jorge Darze. Também estavam no encontro representantes dos hospitais municipais Souza Aguiar, Salgado Filho, Lourenço Jorge, Jesus e Miguel Couto e dos Programas de Medicina de Família.