CREMERJ e Defensoria assinam termo de cooperação técnica

03/08/2015


O CREMERJ e a Defensoria Pública Geral do Estado (DPGE) do Rio de Janeiro firmaram uma parceria a fim de somar forças em defesa da saúde pública municipal e estadual, nessa terça-feira, 28, na sede do DPGE. O convênio, que se trata de um termo de cooperação técnica, foi assinado entre o presidente do Conselho, Pablo Vazquez, e o defensor público geral André Castro.
 
Na ocasião, Vazquez frisou que o objetivo das duas entidades é atuar em conjunto por melhorias para a saúde. Ele ainda explicou o papel das câmaras técnicas e dos grupos de trabalho do Conselho.
 
"A saúde é um setor bastante amplo e complexo, por isso as câmaras técnicas e os grupos de trabalho têm um papel tão importante para nós. Estamos à disposição para contribuir no que for possível, pois temos um interesse em comum que é o bem-estar da população, uma saúde digna para eles e condições adequadas de trabalho para os médicos e outros profissionais da área", afirmou Vazquez.
 
O defensor público geral André Castro também destacou a importância da parceria entre a defensoria e o CREMERJ. "É fundamental ter um suporte técnico antes de tomar as nossas decisões", acrescentou.
 
A defensora pública Thaísa Guerreiro, responsável pela Coordenação de Tutela Coletiva e Saúde, exemplificou que, antes mesmo de o termo ser assinado, a defensoria e o CREMERJ já atuaram juntos.
 
"Acredito nesse convênio como uma forma de somar forças. Podemos contribuir no âmbito jurídico e o Conselho na parte técnica. No caso do Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (Iecac), que repercutiu bastante na imprensa, pedimos o apoio do CREMERJ, que nos atendeu prontamente e nos esclareceu", declarou Thaísa.
 
Os diretores do CREMERJ Gil Simões e Carlos Enaldo de Araújo e a coordenadora do Núcleo de Fazenda Pública, Samantha Monteiro, que atua na Câmara de Resolução de Litígios, também participaram da reunião.