Encontro da Somerj promove palestra sobre diabetes do tipo 2

31/07/2015


O CREMERJ participou da quarta reunião deste ano da Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro (Somerj), realizada nessa sexta-feira e sábado, 24 e 25, em Duque de Caxias. O objetivo do encontro é a troca de informações entre as entidades ligadas à Somerj e a discussão de questões gerais sobre o movimento médico. O Conselho foi representado pelo vice-presidente Nelson Nahon e pela conselheira Kássie Cargnin. 

A reunião foi conduzida pelos diretores da Somerj Benjamin Baptista e César Danilo – que também preside a Associação Médica de Duque de Caxias (Someduc), anfitriã do encontro. Na abertura, após dar boas-vindas aos participantes, Benjamin Baptista informou que a Somerj promove seis reuniões anuais nas sedes das suas filiadas, estando previsto que as próximas acontecerão em Barra Mansa (agosto) e em Búzios (dezembro). Os encontros anteriores foram realizados nas cidades de Petrópolis, do Rio de Janeiro e de Itaperuna.

O encontro teve ainda palestra do endocrinologista Renato Redorat, com mestrado pela UFRJ, que falou sobre “Atualização no tratamento da diabetes do tipo 2”. O palestrante informou que metade da população desconhece que seja diabética e que a outra metade, que recebe tratamento, não tem o acompanhamento ou o controle correto. Além disso, Redorat deu destaque especial a um novo grupo de medicamentos, que são os inibidores SGTL2 e ressaltou o papel de medicamentos, como o iDPP4, o GLP1 e as novas insulinas de longa duração.

Nos informes da Associação Médica Fluminense (AMF), o presidente Benito Petraglia falou sobre a intensa programação científica e cultural desenvolvida pela entidade, que este ano completa 86 anos. No primeiro semestre, segundo ele, foram realizadas atividades sobre pediatria, homeopatia, endocrinologia e ginecologia e obstetrícia. Ao longo do ano, ainda serão promovidos encontros sobre neurologia, geriatria e doença de haushimer, simpósio sobre depressão, homenagem aos médicos formados há mais de 55 anos e a tradicional festa do Dia do Médico.

Nelson Nahon enfatizou a importância das reuniões da Somerj. “É uma oportunidade de reunir a categoria médica da região para discutir as principais questões do movimento e tomar decisões fundamentais como a melhoria das condições do trabalho médico”, disse.

Além de representantes do CREMERJ, da Somerj, da Someduc e da AMF, compareceram ao encontro integrantes da Associação Médica de Itaperuna (AMNF), da Associação Médica de Barra do Piraí, da Associação Médica de Barra Mansa e da Associação de Rio das Ostras (Assomero).