São João de Meriti: prefeitura não reabre UPA como prometido

23/07/2015


Em fiscalização nessa terça-feira, 21, o CREMERJ constatou que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jardim Íris, em São João de Meriti, continua fechada desde dezembro de 2014. Em março deste ano, a Secretaria Municipal de Saúde garantiu que a UPA seria reaberta até maio, mas a unidade permanece desativada.

Durante a vistoria, os fiscais do CREMERJ encontraram apenas um segurança, que informou que não há previsão para a reabertura. Ele acrescentou que a UPA é frequentemente procurada pela população em busca de atendimento – o que era de se esperar, já que a unidade era a referência para o atendimento de emergência mais próxima na região.

De acordo com a prefeitura de São João de Meriti, a UPA não foi reativada por falta de dinheiro, o que tem ocorrido principalmente porque o governo estadual não está repassando verbas.

“Vamos anexar o relatório desta fiscalização à representação que entramos contra o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. A assistência à saúde na Baixada Fluminense é bastante crítica e esse fechamento agravou a situação. Foi dito que a UPA seria reaberta e nos deram um prazo, que expirou há dois meses. A população não pode ficar sem atendimento”, afirmou o vice-presidente do CREMERJ, Nelson Nahon.

Desde quando foi constatado o fechamento da UPA Jardim Íris, o Conselho tem denunciado e buscado alternativas para que a unidade reabrisse as portas. Foi realizada, por exemplo, reunião com o secretário de Saúde do município, Walter Willmes.

“A prefeitura diz que o governo estadual não tem efetuado os repasses, mas eles precisam encontrar uma solução para este problema, afinal são gestores”, frisou Nahon.