Evento debate pediatria ambulatorial e saúde escolar e mental

03/06/2015


O CREMERJ e a Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro (Soperj) realizaram nessa quarta-feira, 27, o “VI Fórum de Pediatria Ambulatorial, Saúde Escolar e Saúde Mental”, no auditório Júlio Sanderson. A mesa foi composta pela diretora do CREMERJ Marília de Abreu; e pelos presidentes dos comitês da Soperj das áreas de Pediatria Ambulatorial, de Saúde Escolar e de Saúde Mental, Peter Liquornik, Abelardo Bastos e Roberto Santoro, respectivamente.
 
Na abertura, Marília de Abreu destacou a importância das sociedades de especialidade e da educação continuada. “A valorização do médico perpassa pela sua atualização e os temas desse fórum têm esta perspectiva, ao colocar em pauta questões preocupantes do dia a dia da especialidade, como a pediatria ambulatorial, a saúde escolar e a saúde mental. Por isso parabenizamos a todos pela excelência do fórum e dos temas selecionados”, afirmou.   
 
Para Peter Liquornik, é oportuno não apenas focalizar as patologias das crianças, mas também a saúde dos pediatras, tendo em vista o grande volume de desafios enfrentados cotidianamente pelos colegas de profissão. 
 
O presidente do Comitê de Saúde Escolar destacou que a discussão sobre a saúde dos pediatras pode ser um dos fatores que contribuem para a redução da demanda desses profissionais. “Há alguns anos o CREMERJ divulgou um documento sobre a saúde do médico. Acho importante investirmos na saúde do pediatra”, disse Abelardo Bastos.
 
Já Roberto Santoro ressaltou o papel do pediatra para a sociedade. “Com a crise em instituições como família, religiões e Estado, o pediatra vem ganhando progressivamente mais importância como orientador e modelo de conduta.” 
 
Além da questão da “Saúde e da qualidade de vida dos pediatras”, o evento focalizou os temas: “Dificuldades escolares e educação inclusiva”, “Retirada compulsória dos recém-nascidos filhos de mães usuárias de drogas”, “Dificuldades na interação entre pediatra e a escola” e “O pediatra no contexto atual: desafios e propostas”.
 
Proferiram palestras os especialistas Eliana Maria da Fonseca, Elisabeth Maria Correia de Melo, Fernando Correia de Melo, Rita Thompson, Leda de Aquino, Joel Conceição da Cunha, Ana Carolina de Barros, Daniel Luis Gilban e Tereza Sigaud Palmeira.