CREMERJ participa de colação de grau de formandos da Unirio

18/12/2014


O CREMERJ esteve presente, no dia 15 de dezembro, à cerimônia de colação de grau dos formandos da turma Adolfo Bezerra de Menezes, do segundo semestre de 2014, da Escola de Medicina e Cirurgia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – Unirio, que, em abril, comemorou 102 anos de existência.
 
No evento, a diretora do Conselho e professora de medicina do curso, Marília de Abreu, após afirmar que a medicina é uma “belíssima profissão”, salientou que os médicos têm direitos e deveres que devem ser observados durante toda a sua trajetória profissional.
 
– Um de nossos grandes deveres é atuar com ética e dignidade com nossos pacientes e colegas. Outro dever nosso é lutar para nos valorizarmos cada vez mais. É importante ainda que haja uma estrutura de atendimento digna para nós, médicos, para que possamos atender bem nossos pacientes – observou.
     
Em seu pronunciamento, o reitor da Unirio, Luiz Pedro Jutuca, além de chamar a atenção para a educação continuada, também destacou a importância da ética na carreira médica. 
 
– A ética deve nortear todos os atos dos médicos.  E, em hipótese alguma, vocês devem se subjugar a qualquer condição indigna de trabalho. Devem também continuar estudando; durante toda a vida, terão que estudar e se atualizar – ressaltou. 
 
O diretor da Escola de Medicina e Cirurgia, Agostinho Manuel Ascenção, por sua vez, falou da autonomia universitária e das adaptações que a universidade, algumas vezes, é obrigada a realizar.
 
– São modificações que nos obrigam a fazer currículos que, às vezes, não são exatamente o que os alunos querem. Algumas dessas mudanças são corretíssimas em termos de saúde pública, outras nem tanto – salientou.