Cocem: sete comissões de ética médica tomam posse

12/09/2014


Sete comissões de ética médica tomaram posse nessa terça-feira, 9, em reunião da Coordenação das Comissões de Ética Médica (Cocem) do CREMERJ, na sede da entidade. Na ocasião, as unidades que participaram foram: Hospital Estadual Prefeito João Batista Cáffaro, Sanatório Rio de Janeiro, Hospital Municipal Pedro II, Hemorio, Hospital do Câncer II, Hospital Federal de Ipanema e Hospital Evangélico do Rio de Janeiro.
 
Nos informes, o diretor do CREMERJ Pablo Vazquez disse que a diretoria do CREMERJ se reuniu com os secretários de Saúde do Estado e do município, Marcos Musafir e Daniel Soranz, respectivamente. Com o primeiro, foram tratados assuntos como a equiparação salarial entre estatutários e médicos contratados pela Fundação Saúde nas unidades hospitalares e o grave déficit de insumos e de medicamentos no Hemorio.
 
Quanto à reunião com Soranz, os principais pontos abordados foram: a falta de recursos humanos, em que ele disse que está avaliando uma solução, a questão dos processos administrativos contra médicos do município devido à última greve da categoria e a situação dos Mais Médicos no Rio de Janeiro.
 
O presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, chamou a atenção para o caso dos atestados médicos emitidos por estrangeiros. Segundo ele, esses documentos não têm validade se não houver também o carimbo do médico supervisor com CRM. Sidnei Ferreira lembrou que, de acordo com a lei, os médicos estrangeiros são intercambistas, portanto devem ter o acompanhamento de um supervisor e de um tutor.
 
“Entramos com uma ação no Ministério Público exigindo que a lei seja cumprida pela segurança no atendimento da população e também para não expor os colegas que atuam nessas unidades”, afirmou o presidente.
 
Além disso, Sidnei Ferreira reiterou a importância das comissões de ética médica e do corpo clínico nos hospitais.
 
Participaram também da reunião os conselheiros Erika Reis, Serafim Borges e Armindo Fernando da Costa.
 
As comissões de ética que tomaram posse foram:
 
HOSPITAL ESTADUAL PREFEITO JOÃO BATISTA CÁFFARO - membros eleitos para o terceiro mandato:
Efetivos: Danielle Alonso Bazhuni e Adir José Martins.
Suplentes: João Gustavo de Melo Baptista Vieira e Claudio Heitor Tavares Gress.
 
SANATÓRIO RIO DE JANEIRO - membros eleitos para o terceiro mandato:
Efetivos: Luis Antônio Macedo Bretas e Gustavo Alfredo Pimentel Barbosa Vieira Caetano.
Suplente: Elizabeth Regina de Freitas Coutinho.
 
HOSPITAL MUNICIPAL PEDRO II - membros eleitos para o sétimo mandato:
Efetivos: Roger Vinicius Ancillotti, Adilson Luiz Cunha de Aguiar Mariz, Alexandre Ghelman e Carlos Henrique Ferreira Ramos.
Suplentes: Roberto Miksucas, Bianca Maria Barros Ohana, Neuza Nakamura Pereira e Eliane de Castro Straub.
 
HEMORIO - membros eleitos para o oitavo mandato:
Efetivos: Eleonora D’Avila Thomé, Iracema da Costa Bragança Santos, Tânia Silva Madeira e Fernando Antônio Sellos Ribeiro.
Suplentes: Eduardo Marques da Cruz Regazzi Gerk, Domingos de Jesus Teixeira Lopes, Flávia Carolina Marques de Azevedo Souza e Carolina Abrantes da Silva Cunha.
 
HOSPITAL DO CÂNCER II - membros eleitos para o oitavo mandato:
Efetivos: Marcelo Sá de Araújo, Rodolfo Eduardo de Andrade Espinoza e Bruno Marcondes Kozlowski.
Suplentes: Claudio Calazan do Carmo, Gelcio Luiz Quintella Mendes e Lúcio Caparelli.
 
HOSPITAL FEDERAL DE IPANEMA - membros eleitos para o sétimo mandato:
Efetivos: Ana Maria Zuccaro, Daniel de Jesus Soares Flores, Bruno Gonçalves Rangel e Juan Miguel Renteria.
Suplentes: Huang Ling Fang, Fernando Duarte Giunti, Alice Mota Buçard e Alexandre Maluf Cavalcante.
 
HOSPITAL EVANGÉLICO DO RIO DE JANEIRO - membros eleitos para o terceiro mandato:
Efetivos: Pierre D’Almeida Telles Filho, Francisco Rodrigues de Moraes e Jorge Madureira Pimenta.
Suplentes: Ana Claudia Pires da Costa, Renato Calil e Marcelo Stefanuto.