Peritos do RJ vão cobrar resposta de Paulo Jobim em reunião

05/08/2014


Médicos peritos do município do Rio de Janeiro decidiram dar continuidade ao movimento, em assembleia realizada nessa segunda-feira, 4, que contou com a participação de representantes do CREMERJ e do Sinmed-RJ. O grupo, que luta por melhores salários, concurso público e plano de cargos, carreira e vencimentos, resolveu comparecer à reunião solicitada por ofício pelo secretário municipal de Administração, Paulo Jobim Filho, para averiguar quais propostas poderão ser apresentadas. O encontro será nesta terça-feira, 5, às 15h, na própria secretaria.

Na ocasião, a perícia lembrou a promessa que Jobim fez de que incluiria uma gratificação de R$ 2.500 no salário do grupo. O secretário, entretanto, não formalizou o compromisso, nem houve qualquer tipo de acréscimo no contracheque dos peritos.

“Houve uma promessa que não foi oficializada. Está claro que sem luta não haverá aumento. É um momento importante em que o movimento está coeso e deve persistir. O CREMERJ apoia, sim, a luta dos colegas, porque é fundamental”, declarou o diretor do Conselho Pablo Vazquez.

Para o presidente do Sinmed-RJ, Jorge Darze, o movimento está fortalecido, principalmente por contar com o apoio dos servidores municipais, que, durante a paralisação de três dias, de 21 a 23 de julho, disseram entender as reivindicações da categoria, registrando isso em um abaixo-assinado, com mais de 400 assinaturas.

Após a reunião com o secretário, os peritos deverão promover nova assembleia para decidir os rumos do movimento.