CREMERJ participa de audiência com o ministro da Saúde

06/06/2014


O CREMERJ participou de uma audiência com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, em Brasília, que debateu a situação crítica dos hospitais federais do Rio de Janeiro e o retorno à normalidade da gratificação por desempenho dos médicos federais, que está paralisada há dois anos.

A reunião contou com a participação do presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, e do vice, Nelson Nahon; do presidente do Sinmed-RJ, Jorge Darze; do presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Geraldo Ferreira; e dos parlamentares Paulo Davim, Marcelo Crivella e Alessandro Molon, além de diretores das três entidades.

Na ocasião, as entidades médicas destacaram que essa era a segunda reunião com o ministro da Saúde e que a categoria já havia se reunido três vezes com a Secretaria Executiva do Ministério da Saúde para tratar do assunto da gratificação e do sucateamento das unidades de saúde federais.

O presidente do CREMERJ ressaltou que a situação da gratificação também foi debatida com a presidente da República, Dilma Rousseff, e que ela pediu ao Alexandre Padilha – na época, ministro da Saúde –, que resolvesse o caso, pois era injusto.

“Nossa luta é pelo retorno imediato à normalidade do pagamento das gratificações por desempenho, porque os colegas estão nessa situação injusta, ilegal e inexplicável há dois anos”, declarou.

Chioro, por sua vez, ficou mais uma vez de dar uma resposta até segunda-feira, alegando que o Ministério do Planejamento estuda uma forma legal de liberar a gratificação dos médicos federais. Os parlamentares afirmaram que irão acompanhar o caso para averiguar se o prazo será cumprido.