CREMERJ participa de reunião com secretário municipal de Saúde

30/05/2014


Diretores do CREMERJ se reuniram com o secretário municipal de Saúde, Hans Dohmann, nessa terça-feira, 27. Na ocasião, foram debatidos diversos assuntos, como a situação crítica das unidades de saúde da rede municipal, principalmente o Hospital Salgado Filho.

No encontro, Dohmann explicou que os hospitais de emergência da rede, neste momento, enfrentam problemas, em virtude do funcionamento reduzido das unidades federais. Segundo ele, apesar de receber aproximadamente o triplo do orçamento se comparado à rede municipal, o número de atendimentos da rede federal é cerca de 40% menor que a do município.

O vice-presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, destacou a situação do Salgado Filho, que, há anos, sofre com a falta de recursos humanos e a superlotação. O secretário, por sua vez, informou que avalia um meio para a contratação de clínicos e agendou uma nova reunião com o CREMERJ para debater o caso.

O CREMERJ também questionou a situação do CTI pediátrico do Hospital Municipal Souza Aguiar, que foi desativado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Apesar de ter sido construído um novo CTI pediátrico na Coordenação Regional de Emergência (CER-Centro), anexa ao Souza Aguiar, o serviço ainda não está em funcionamento. De acordo com Dohmann, o motivo seria um atrito com a Organização Social (OS) e se comprometeu a solucionar o caso em curto prazo.

Além disso, o Conselho pediu a intervenção do secretário de Saúde com relação aos processos administrativos contra médicos, devido à última greve da categoria pelo município, quanto à emissão da AIH (Autorização de Internação Hospitalar). O CREMERJ solicitou que os processos fossem extintos. Na ocasião, Dohmann garantiu que irá dialogar com o secretário municipal de Administração, Paulo Jobim, e verificar o que pode ser feito.

O Conselho também questionou os problemas que vêm ocorrendo com o Sistema de Regulação (Sisreg), como a demora na marcação de consultas e de exames. O CREMERJ sugeriu, da mesma forma que fez com a Secretaria Estadual de Saúde, a realização de um fórum sobre o tema, com a participação dos três níveis de governo, com o objetivo de melhorar o sistema. 

Os diretores do CREMERJ Gil Simões, Erika Reis, Pablo Vazquez e Carlos Enaldo de Araújo também participaram da reunião.