Médicos do HSE decidem aderir à greve em assembleia

26/05/2014


Médicos do Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (HSE) resolveram aderir ao movimento grevista, durante uma assembleia na sede da unidade, nessa quinta-feira, 15. Organizada pelo CREMERJ e pelo Sinmed-RJ, a reunião também definiu a formação do comando de greve, com seis membros, que será responsável por conduzir e divulgar o movimento no hospital.

O diretor do CREMERJ Gil Simões relatou que a greve dos médicos dos hospitais federais tem sido fortalecida e que, desde que o movimento foi iniciado, em fevereiro, as entidades médicas foram procuradas três vezes pelo Ministério da Saúde.

“Esse movimento aumentou as chances de negociação. As entidades médicas estão fazendo o seu papel, que é apoiar o movimento. Já os comandos de greve devem mobilizar os colegas dentro da sua própria unidade e avaliar a greve com reuniões semanais”, declarou.

Oficialmente, a greve teve início no HSE nessa segunda-feira, 19. Na sexta-feira, 16, o comando de greve informou à direção do hospital sobre a decisão da assembleia.

O conselheiro Gilberto dos Passos também participou da reunião.