Cocem: três comissões de ética médica tomam posse

16/05/2014


Três comissões de ética médica tomaram posse nessa terça-feira, 13, durante solenidade ocorrida na reunião da Coordenação das Comissões de Ética Médica (Cocem) do CREMERJ. Os hospitais Caxias DOr e Unimed-Rio tiveram representantes eleitos para o primeiro mandato. Já os membros do Hospital Maternidade Fernando Magalhães comemoraram a incumbência de ocupar o cargo pela sexta vez.

No encontro, o CREMERJ exaltou a importância das comissões de ética, que têm papel fundamental para a troca de informações entre o Conselho e as unidades, além de zelar pela qualidade da prática médica e pela aplicação do Código de Ética Médica e das resoluções do CFM e do CREMERJ em seus locais de trabalho.

“As comissões de ética médica são fundamentais para preservar a dignidade do exercício da nossa profissão nas unidades de saúde”, afirmou o diretor do Conselho Pablo Vazquez, que coordenou os trabalhos.

Já o conselheiro Luiz Antônio Campos salientou que, devido à atuação das comissões de ética médica, o canal entre as instituições de saúde e o CREMERJ está cada vez mais consolidado e aberto para a troca de informações e de ações.

Em seus informes, Vazquez observou que a categoria atravessa um momento de grande dificuldade na rede pública, nas esferas municipal, estadual e federal. Como exemplo, ele citou a situação dos médicos federais, que continuam em greve pela gratificação por desempenho. O conselheiro criticou ainda a política das Organizações Sociais (OSs).

“Continua a pressão pela terceirização da mão de obra, o que inclui o médico, visando à extinção do estatutário. E o que verificamos é que onde foram implantadas as OSs e as Fundações existem os mesmos problemas, como falta de recursos humanos, de material e de infraestrutura”, afirmou Vazquez, que ressaltou ainda a vitória na luta em relação à cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços) para pessoas jurídicas uniprofissionais, fazendo referência à aprovação por unanimidade do projeto de lei 382/2014 na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro.

Conforme destacou a diretora do CREMERJ Erika Reis, na semana passada, o presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, se reuniu com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, para conversar sobre as reivindicações dos médicos federais. Atualmente, as entidades médicas aguardam uma resposta do Ministério da Saúde sobre o caso.

Os problemas enfrentados pelo Hospital Federal de Bonsucesso foram outro assunto abordado na reunião. O conselheiro Armindo Fernando da Costa destacou que, em função dos vários serviços oferecidos pelo hospital e da qualidade dos médicos que lá trabalham, os pacientes têm buscado a emergência, que, frequentemente, sofre com superlotação.

Confira abaixo as comissões que foram eleitas:

Hospital Caxias DOr - membros eleitos para o primeiro mandato:

Efetivos: Analucia Pereira Matera Machado, Ariane Sancanari Almeida de Souza Aguiar, Leonardo Baumworcel e André Henriques Baião de Azevedo

Suplentes: Marcelo Rodrigues Alves Lisboa Patrício de Oliveira, Adriane Silva Cruz, Fabíula Schwartz de Azevedo e Flávio Ribeiro da Silva

Hospital Unimed-Rio - membros eleitos para o primeiro mandato:

Efetivos: Pedro Miguel Mattos Nogueira, Ademis Batista da Cunha, João Carlos de Pinho e Richeli Gravino da Fonseca

Suplentes: André Luiz da Fonseca Feijó, Carlos Darcy Alves Bersot, Luiz Henrique de Oliveria Fonseca e Marcos Vieira Godinho

Hospital Maternidade Fernando Magalhães - membros eleitos para o sexto mandato:

Efetivos: Anderson Anísio, Jaqueline Serra Brand, Márcia Cortez Bellotti de Oliveira e Tereza Cristina Valente Arder Santos

Suplentes: Ethel Wolosker Guerstein, Hebert Marcelo Masson, Marcelo Marinho de Souza e Márcia Poubel da Silva