Comsuu se reúne com representante da SulAmérica

13/05/2014


A Comissão de Saúde Suplementar do CREMERJ (Comssu) e membros das sociedades de especialidade participaram de uma reunião com a SulAmérica na quarta-feira, 7. Na ocasião, foram apresentadas as reivindicações da categoria, que são: reajuste de 10% nas consultas ou valor mínimo de R$ 80,00; equiparação dos pagamentos dos procedimentos realizados em enfermarias aos de quartos; unificação das tabelas de procedimentos; pagamentos dos honorários num prazo máximo de 30 dias; emissão por parte das operadoras de extratos das consultas e procedimentos em papel e não online, como acontece atualmente; honorários iguais para pessoa jurídica com características de pessoa física; e nova contratualização das operadoras baseada nas propostas das entidades médicas já apresentadas à ANS.

Além disso, o CREMERJ pediu uma ampliação do prazo para que a TISS (Troca de Informações na Saúde Suplementar) eletrônica comece a ser aplicada, e não dia 2 de junho, como tem sido anunciado pela operadora. O representante da SulAmérica, por sua vez, informou que essa decisão depende da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), pois essa determinação é proveniente da própria agência. 

Para tentar solucionar o problema, o presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, e a coordenadora da Comssu, Márcia Rosa de Araujo, fizeram contato telefônico e encaminharam um documento à ANS que expressa a preocupação do Conselho e das sociedades de especialidade, solicitando a flexibilização da exigência da TISS eletrônica para médicos pessoas físicas.

Com o objetivo de discutir o movimento, está agendada a assembleia geral de convênios para o dia 21, às 20h, no auditório Júlio Sanderson – na sede do CREMERJ.