CREMERJ apoia movimento de membros da SBACV-RJ

16/04/2014


O CREMERJ se reuniu com membros da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ), nessa segunda-feira, 14. No encontro, o presidente da entidade, Julio Cesar Peclat, solicitou o apoio do Conselho na defesa do aumento dos honorários médicos junto aos planos de saúde.
 
Segundo ele, este é o terceiro passo rumo ao objetivo da regional. O primeiro foi a contratação de uma empresa de consultoria em defesa profissional, que, desde janeiro, trabalha junto aos convênios para que as reivindicações sejam ouvidas; o segundo, a aprovação de um rol de procedimentos vasculares em assembleia ; e o terceiro, o pedido de apoio do Conselho.
 
"Esse movimento é da regional mas já conversamos com colegas de outras filiadas e com a brasileira e constatamos que existe um desejo nacional, ninguém aguenta mais a situação. Com o aval do CREMERJ vamos trabalhar melhor na questão de possíveis referenciamentos, de colegas que tentam, por outros meios, negociar tabelas diferentes", apontou Peclat .
 
Segundo a entidade, o que acontece hoje, não só na cirurgia vascular mas em outras especialidades cirúrgicas, é que os planos de saúde, para pagar mais barato, acabam referenciando um cirurgião e, para ele , são encaminhados os pacientes. As sociedades de especialidades visam uniformizar a cobrança e facilitar o relacionamento com os convênios, melhorando os honorários. Alguns convênios já pagam os valores propostos , mas a disparidade, segundo os colegas da especialidade , é muito grande. 
 
"O Conselho tem dado exemplo ao país em relação à saúde suplementar e vocês devem participar ativamente disso. É um movimento necessário, justo e ético.  Melhoramos nos últimos 10 anos. A consulta era R$ 10, R$ 15, e hoje está em R$ 80, o que ainda é insuficiente, mas melhorou. Antigamente a operadoras mudavam o valor da mensalidade e não repassavam absolutamente nada para o médico. Hoje, junto com as sociedades, toda semana temos reunião com as empresas para discutir as reivindicações", afirmou Sidnei.
 
Estiveram ainda presentes na reunião os diretores do CREMERJ Gil Simões e Carlos Enaldo de Araújo, além dos membros da diretoria da SBACV-RJ Breno Caiafa e Sergio Meirelles.