Entidades médicas e comissões da Câmara e OAB firmam parceria

26/03/2014


A Comissão de Direitos Humanos (CDH) da OAB-RJ firmou uma parceria com o CREMERJ, o Sinmed-RJ e a Comissão de Saúde da Câmara Municipal do Rio de Janeiro para trabalhar em conjunto por melhorias na saúde. Em reunião, nessa segunda-feira, 24, na sede do Conselho, as entidades relataram situações críticas que médicos e pacientes têm vivenciado nos últimos tempos.
 
Segundo o presidente da CDH da OAB-RJ, Marcelo Chalréo, a comissão tem recebido denúncias de médicos e de outros profissionais de saúde que foram coagidos pela polícia a internar pacientes mesmo sem haver vaga na unidade, gerando uma situação de desgaste extremo aos profissionais.
 
“Acredito que nossa comissão pode atuar em parceria com o CREMERJ, o sindicato e a Comissão de Saúde da Câmara Municipal para somar forças e agir em conjunto contra as mazelas da saúde pública. Podemos otimizar as ações e maximizar os resultados”, declarou Chalréo.
 
O presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, concordou que a parceria poderá aprimorar os resultados.
 
“Cobramos melhorias do Executivo, porque temos um compromisso com o médico e com a população, porém não há resposta positiva, muito menos ações. Se estivermos juntos, conseguiremos pressionar com maior intensidade. Vamos cobrar medidas mais eficazes dos Três Poderes”, disse.
 
No encontro, ficou decidido que cada entidade fará um levantamento das denúncias que receberam e organizará documentações relevantes. A parceria entre as entidades será formalizada a partir de um protocolo, que será assinado pelas partes.
 
Também participaram da reunião: os conselheiros Pablo Vazquez, Erika Reis, Márcia Rosa de Araujo e Carlos Enaldo de Araújo; o presidente, o diretor e a coordenadora do Departamento Jurídico do Sinmed-RJ, Jorge Darze, Ronaldo Costa e Gleyde da Hora, respectivamente; o vereador e membro da Comissão de Saúde da Câmara Municipal do Rio de Janeiro Paulo Pinheiro; o membro da CDH da OAB-RJ e do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (Cedica) Margarida Prado; e o médico, advogado e membro da CDH da OAB-RJ, Daniel Ponte.