Alunos da Gama Filho realizam manifestação em Copacabana

17/12/2013


O CREMERJ apoiou a manifestação dos estudantes da Universidade Gama Filho, que aconteceu na manhã desse sábado, 14, na Praia de Copacabana, devido à grave situação de abandono que os alunos da  instituição tem enfrentado, com destaque para o curso de medicina. Com faixas e cartazes, os alunos se concentraram em frente ao Hotel Copacabana Palace, onde reivindicaram melhorias para a universidade. 
 
Em setembro, o Ministério da Educação (MEC) estipulou medidas que deveriam ser cumpridas pela mantenedora Galileo Educacional, para que a Gama Filho voltasse a funcionar normalmente. Porém, o acordo entre o Ministério e a mantenedora não foi cumprido. Como não houve mudanças, a universidade está ameaçada de ser descredenciada. Em outubro, professores e funcionários entraram em greve em função do atraso dos salários.
 
Os estudantes protestaram contra a mantenedora e reivindicaram uma intervenção do MEC. Segundo os alunos, não há previsão de pagamento dos professores e funcionários e nenhuma das promessas feitas pela Galileo foi cumprida. As aulas, que tinham recomeçado em outubro, duraram apenas um mês, e não há expectativa de retorno. 
 
“Esse ato mostra que os alunos estão em busca de uma solução e o CREMERJ não deixará de apoiar essa causa. Os estudantes não podem ficar desamparados, sem aulas. Como o governo diz que vai ampliar o número de vagas dos cursos de medicina, se não consegue gerir os que estão abertos? Dizem que faltam médicos, mas não cuidam dos estudantes que querem se formar no próprio país”, declarou o presidente do Conselho, Sidnei Ferreira.