Cardoso Fontes: CREMERJ entra com ação judicial contra MS

13/12/2013


O CREMERJ entrou com uma ação judicial contra o Ministério da Saúde (MS) devido à situação crítica do Hospital Federal Cardoso Fontes, nesta sexta-feira, 13. Foi pedida uma liminar exigindo a contratação imediata de 235 médicos para a unidade, a fim de suprir a carência de profissionais.

O Cardoso Fontes foi enquadrado no nível III da Resolução nº 100 do CREMERJ, em função do déficit de médicos de várias especialidades. A falta de recursos humanos resultou no fechamento de diversos serviços, como a Unidade Intermediária Cirúrgica, Unidade Intermediária Clínica, Unidade Coronariana, enfermaria de cardiologia e serviço de cirurgia torácica. Com isso, 29 leitos foram desativados.

Para agravar a situação, a emergência pediátrica, apesar de ter sido inaugurada em 2010, nunca funcionou e permanece fechada.

O CREMERJ vem denunciando o sucateamento do Hospital Cardoso Fontes, assim como as péssimas condições de trabalho em que os médicos são submetidos. O Conselho espera uma resposta rápida devido à gravidade da situação, que tem comprometido, principalmente, o atendimento à população.