Souza Aguiar: UTI pediátrica pode fechar por falta de médicos

29/11/2013


A UTI pediátrica do Hospital Municipal Souza Aguiar pode ser fechada devido à falta de recursos humanos. Nesta sexta-feira, 29, os diretores do CREMERJ, Nelson Nahon e Pablo Vazquez, estiveram mais uma vez na unidade e participaram de uma reunião com os médicos, que denunciaram o número reduzido de intensivistas no setor. Um membro da Comissão de Ética Médica do hospital também acompanhou o encontro.

Segundo os colegas, atualmente, há oito intensivistas, enquanto deveria ter 17. Não há médico de rotina nem chefia na UTI pediátrica – a médica que ocupava o cargo pediu demissão, ontem, em função da crítica situação.

O CREMERJ se comprometeu em ligar para o secretário municipal de Saúde, Hans Dohmann, para pedir uma solução para esse problema, como a contratação imediata de médicos para atuar na UTI pediátrica.