CRM constata irregularidades em hospital de Angra dos Reis

03/10/2013


O CREMERJ constatou déficit de recursos humanos e de infraestrutura no Serviço de Pronto-Atendimento do Frade (SPA), em Angra dos Reis, durante fiscalização realizada no último mês.

Apesar de haver médicos na maioria dos plantões, aos fins de semana e às quartas-feiras, o quantitativo é reduzido, chegando a ter apenas um plantonista, o que gera sobrecarga de trabalho e compromete o atendimento.

O Conselho também constatou precariedade na prestação da assistência médica à população, principalmente quanto à demora na realização de transferências em casos graves. Além disso, a falta de manutenção estrutural tem prejudicado a atuação e o desenvolvimento da assistência médica.

O déficit de outros profissionais de saúde também interfere na qualidade do atendimento.

O CREMERJ continuará acompanhando o caso para averiguar se as melhorias serão implantadas.

“Apesar de alguns problemas, as equipes estão praticamente completas, mas estamos atentos a essa situação. É preciso que melhorias sejam feitas urgentemente”, declarou a coordenadora da seccional de Angra dos Reis, Yone Di Sarli.

Segundo Yone, esse e outros casos têm sido debatidos em reuniões que acontecem, quinzenalmente, na sede da seccional, com a presença de vários colegas.