Entidades médicas farão mobilização nacional contra o governo

02/10/2013


As entidades médicas de todo o país decidiram realizar uma mobilização nacional em Brasília, na terça-feira, 8 – dia da votação do relatório da Medida Provisória 621/2013 na Câmara dos Deputados – em razão das medidas arbitrárias adotadas pelo governo, incluindo a emenda que absurdamente retira dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) a autonomia de conceder o registro para médicos estrangeiros. 

No Rio de Janeiro, a mobilização acontecerá, às 10h, em frente à sede do Ministério da Saúde, na Rua México, 128, Centro.

O CREMERJ repudia a decisão da Comissão Mista do Congresso Nacional, divulgada nessa terça-feira, 1º, que aprovou o relatório que institui o programa “Mais Médicos para o Brasil”.

Ao contrário das emendas propostas no relatório elaborado pelo deputado Rogério Carvalho (PT-SE), os CRMs possuem critérios rigorosos, previstos em lei, que asseguram o exercício de medicina com qualidade no país e um atendimento digno à população.

O Conselho espera que os parlamentares da Câmara dos Deputados tenham responsabilidade com os brasileiros, não permitindo que a população fique exposta a pessoas que não comprovam sua condição de médico nem a regularidade da documentação do seu país de origem. O referendo dos parlamentares a essa medida será um atentado à saúde do povo brasileiro.

Para esclarecimento, ao contrário de alguns comentários, os Conselhos Regionais de Medicina continuam funcionando normalmente em todo o país, exercendo seu compromisso constitucional de zelar pela boa prática médica e, consequentemente, lutando pela melhor assistência de saúde à população.