Médicos do Rio debatem próximas ações do movimento

27/08/2013


Em assembleia realizada nessa segunda-feira, 26, no auditório do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ), médicos do Rio debateram as próximas ações do movimento da categoria contra a MP 621/2013, que criou o programa “Mais Médicos para o Brasil”.

Compuseram a mesa diretora da reunião a segunda vice-presidente do CREMERJ, Erika Reis, o conselheiro Nelson Nahon; o presidente do Sinmed-RJ, Jorge Darze; e o presidente da Academia Nacional de Medicina, Pietro Novellino. 

Também estiveram presentes os conselheiros Pablo Vazquez e Sidnei Ferreira.

O encontro foi aberto com os informes das últimas ações do movimento. Os conselheiros informaram aos presentes que o CREMERJ já entrou com uma ação civil pública que visa impedir que o CRM efetue o registro dos médicos estrangeiros sem a comprovação da revalidação do diploma e o certificado de proficiência na língua portuguesa. 

Eles também falaram do decreto federal 8.081/13, que trata sobre pedidos de inscrição do registro provisório de médico intercambista do programa “Mais Médicos”.

“Esse programa não passa de uma medida eleitoreira. O Conselho defende a realização de concursos públicos com salários dignos, condições adequadas para o exercício ético da medicina e carreira de Estado. Só assim poderemos ter um SUS de qualidade para todos”, declarou Pablo Vazquez.

Foi decidida a realização de um fórum no dia 14 de setembro, para a discussão de novas ações contra as medidas anunciadas pelo governo. Também ficou acordado que serão convidados profissionais de outras áreas com experiência em movimentos, como professores e publicitários, para ajudarem nas próximas ações.