Médicos do Rio deliberam próximas ações do movimento

13/08/2013


Médicos do Rio de Janeiro, em assembleia realizada no CREMERJ, nessa segunda-feira, 12, debateram as próximas ações do movimento contra a MP 621/2013, que cria o programa “Mais Médicos para o Brasil” e contra os vetos presidenciais na Lei do Ato Médico.

Os conselheiros Nelson Nahon e Sidnei Ferreira, que secretariaram a mesa e representaram a presidente do Conselho, e o presidente do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ), Jorge Darze, abriram a reunião dando os informes das ações mais recentes do movimento.

Os conselheiros falaram sobre as ações deliberadas no Encontro Nacional das Entidades Médicas (Enem), que ocorreu em Brasília, e sobre a reunião com parlamentares da bancada do Rio de Janeiro, promovida pelo CREMERJ, na qual foi debatido o seu apoio na cassação dos vetos na Lei do Ato Médico.

O deputado federal Rodrigo Maia participou da assembleia e declarou o seu apoio à luta da categoria.

Para Sidnei Ferreira, todas as medidas anunciadas pelo governo estão unindo ainda mais os médicos de todo o país.

“O governo federal não tem um projeto nacional para a saúde pública e para educação, por isso está tomando todas essas medidas absurdas”, declarou.

No encontro, foi decidida a realização de um ato público no dia 20, no Hospital Geral de Bonsucesso, às 11h, acompanhando a agenda das entidades nacionais, que farão manifestações por todo o país na mesma data.

Eles também convidaram os colegas para participarem da manifestação em defesa do Salgado Filho, que será realizada em frente à emergência do hospital nesta quarta-feira, 14, às 10h.

Os conselheiros Kássie Cargnin, Erika Reis, Armindo Fernando da Costa, Pablo Vazquez, Sérgio Fernandes, Serafim Borges, Marcos Botelho e Vera Fonseca também participaram da reunião.

A próxima assembleia foi marcada para o dia 26, em local a ser definido (CBC ou Sinmed-RJ).