CREMERJ cobra melhorias para os médicos à Secretaria de Angra

04/07/2013


O CREMERJ se reuniu nessa quarta-feira, 3, com o secretário de Saúde de Angra dos Reis, Carlos Vasconcellos, para apresentar um abaixo-assinado por 10 mil moradores do município. Eles reivindicam melhores condições de saúde, alegando enorme carência de médicos, dificuldades na marcação de exames e reforma na estrutura dos prontos socorros da região. A mobilização da população de Angra vem ao encontro da luta do Conselho por melhores condições de trabalho, salários dignos e planos de carreira.

No encontro, que aconteceu na seccional do CREMERJ, a entidade falou sobre o assunto com Vasconcellos, que disse ter propostas para solucionar tais problemas, como: a inauguração do Hospital Municipal Ulysses Guimarães; o aprimoramento dos postos de atendimento primário; melhorias salariais e de plano de carreira para os médicos; a realização de concurso público; e a reestruturação da estratégia da Saúde da Família, com a contratação de médicos nas 31 unidades.
 
Para diretores do CREMERJ que participaram da reunião, o Conselho tem a obrigação de zelar pelas condições do trabalho dos médicos e pela qualidade do atendimento à população. A entidade já esteve várias vezes em Angra dos Reis para acompanhar a situação da saúde, onde foram verificados problemas que ocorrem em vários municípios.

O CREMERJ continuará o diálogo com a Secretaria de Saúde de Angra dos Reis em outubro, quando será feito um balanço das melhorias sugeridas.

O encontro contou ainda com a presença de membros da Secretaria de Saúde do município; da coordenadora da seccional de Angra dos Reis, Yone di Sarli, além de outros representantes da entidade; e do presidente Associação Médica de Angra dos Reis, Ywalter Gusmão.