CREMERJ participa de reunião com entidades médicas nacionais

26/06/2013


Após reunião com várias entidades médicas nacionais, que discutiram estratégias contra o anúncio da presidente Dilma Rousseff de contratar médicos estrangeiros para atuarem no Brasil, o CREMERJ reforça seu posicionamento de não registrar médicos estrangeiros sem a revalidação do diploma.

Associação Médica Brasileira (AMB), Conselho Federal de Medicina (CFM), Federação Nacional dos Médicos (Fenam), conselhos regionais e sindicatos médicos de todo o país se reuniram na manhã desta quarta-feira, 26, na sede da AMB, em São Paulo, e deliberaram ações conjuntas para mostrar à população que não faltam médicos no Brasil, e sim investimentos na saúde.

Entre as decisões tomadas pelas entidades estão manifestações ou assembleias em todos os estados nesta sexta-feira, 28. No Rio de Janeiro, haverá um ato público, com concentração às 14h, na sede do CREMERJ – em Botafogo.

Também foi acertada uma mobilização nacional no dia 3 de julho.

As entidades nacionais ainda declaram o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, persona non grata para os médicos brasileiros.