Médicos do Rio de Janeiro farão ato público no dia 28 de junho

25/06/2013


Médicos do Rio de Janeiro farão uma manifestação no dia 28 de junho, às 14h, em Botafogo – com concentração na porta do CREMERJ. A decisão foi deliberada durante a assembleia dos médicos federais que aconteceu nessa segunda-feira, 24, no Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC). No ato público, a categoria protestará contra a importação de médicos sem a revalidação do diploma e contra a privatização da Saúde. 

O evento, que contou com a participação de representantes do CREMERJ, do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e da Associação Médica Brasileira (AMB), reuniu vários colegas indignados com as recentes declarações da presidente da República, Dilma Rousseff, de que traria ao Brasil milhares de médicos estrangeiros. 

Os colegas consideraram pertinente aguardar o resultado da reunião que acontecerá na quarta-feira, 26, em São Paulo, com a presença de todas as entidades médicas nacionais para definir outras ações, como a confirmação de uma paralisação no dia 3 de julho e a realização de outras manifestações. 

A categoria pretende ainda marcar uma audiência com a presidente Dilma. Na pauta, assuntos que os médicos já vêm cobrando do governo federal, como: sanção da “Lei do Ato Médico”, realização de concursos públicos, reforma das faculdades de medicina, demonstrar posição contrária à Ebserh, exigir carreira de Estado para a categoria e solução para a gratificação dos médicos federais. 

Na assembleia, também foi anunciada que na quarta-feira, 26, médicos, com apoio da população, farão uma manifestação na porta do Hospital Federal de Bonsucesso, às 10h, contra a privatização da Saúde.